O jovem não envelhece na cidade


* Eliandro Avancini

O jornalista Carlos Luz mantém em seu blog uma espécie de lembrete de crimes contra a vida de adolescentes, ocorridos em Foz do Iguaçu. O seu painel eletrônico está quase sempre desatualizado. A quantidade de jovens com idade entre 12 e 29 anos, mortos de forma violenta, é tão espantosa que os números do blog de Luz teriam de ser atualizados a cada 2,5 dias. Entre o dia 1º de janeiro até o dia 21 de dezembro de 2009, 227 jovens haviam morrido de forma violenta. E, desses, uma boa parte assassinada com armas de fogo. Algo muito próximo à barbárie. Com isso, Foz do Iguaçu ostenta o terceiro lugar entre as cidades mais violentas do país, em homicídios de jovens de12 a 29 anos, além de ocupar a primeira posição entre os municípios do Paraná.

Um estudo acadêmico observou o discurso da imprensa local com relação a mortes de jovens. A imprensa escrita trata estas tragédias apenas como números e estatísticas, sem qualquer reflexão sobre a gravidade do problema. Um jogo de futebol, por exemplo, recebe mais atenção que a morte de uma criança de 15 anos. Pior tratamento ao caso oferece o rádio e a tevê. As abordagens não passam do senso comum, criando uma amálgama muitas vezes “justificadora” dos crimes: “era marginal”, “tinha cinco passagens pela polícia”. Assim, se transfere uma sensação mais confortável para os setores de maior prestígio social, que tendem a enxergar a violência como um fenômeno das camadas populares.

Esta realidade deve preocupar a todos. É necessário se descobrir as causas deste processo que toma tantas vidas. Obviamente, o sistema econômico cruel como é o capitalismo é a resposta mais certa e lógica. Um levantamento feito com jovens cariocas apontou que a ascensão e reconhecimento social é o fator predominante para o envolvimento da juventude com a criminalidade. O fato é que não se pode enfrentar a violência que vitimiza a juventude sem ações capazes de oferecer a esta população espaços saudáveis para a prática da convivência social e comunitária, voltada para a tolerância, o respeito e a solidariedade.

Por sua geografia e peculiaridades, Foz do Iguaçu precisa de mais atenção do setor público, tanto municipal, quanto estadual. É preciso ir além das atuais políticas pífias, principalmente, nas áreas de cultura e esporte.

A juventude, com a sua criatividade, diversidade e ousadia precisa de canais que expressem toda a sua dimensão social. Caso contrário, prevalecerá a barbárie contida em cada jovem morto. Além é claro, do fato de que Carlos Luz terá mais dificuldades em continuar registrando a perda de vidas em seu blog.

* Eliandro Avancini é professor e militante do PCB – Texto publicado na revista Escrita, edição 10

Serviço
PCB Foz do Iguaçu
www.pcbparana.blogspot.com
E-mail: pcbparana@gmail.com

10 comentários em “O jovem não envelhece na cidade

  1. I was suggested this blog through my cousin. I’m now not positive whether or
    not this submit is written by means of him as no one else realize such distinct about my problem.
    You are incredible! Thanks!

  2. First off I would like to say excellent blog!
    I had a quick question in which I’d like to ask if you don’t mind.

    I was interested to know how you center yourself and clear
    your head before writing. I have had trouble clearing my mind in getting my thoughts out there.
    I do take pleasure in writing however it just seems like the first 10
    to 15 minutes are usually lost just trying
    to figure out how to begin. Any ideas or hints? Kudos!

  3. I do agree with all of the ideas you’ve offered in your post.
    They’re really convincing and will definitely work. Still, the
    posts are very short for starters. May you
    please prolong them a bit from subsequent time?
    Thank you for the post.

  4. I like what you guys are up also. Such smart work and reporting!
    Keep up the superb works guys I have incorporated you guys to my blogroll.
    I think it’ll improve the value of my site :).

    Also visit my web page: Jeanne

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.