EDUCAÇÃO, CULTURA , MEIO AMBIENTE e TRANSPORTES

EDUCAÇÃO
– Criação dos Conselhos Populares de Educação, para, através do Poder Popular, promover a necessária revolução na educação: fim da mercantilização do ensino, da desigualdade de acesso ao conhecimento e combate à reprodução da ideologia burguesa;
– Taxação progressiva dos lucros obtidos pela rede privada, para financiar a expansão da escola pública; aumento da fiscalização sobre as escolas particulares, nos planos acadêmico, trabalhista e fiscal, com a encampação, pelo Estado, das empresas educacionais de baixa qualidade ou em situação irregular;
– Universalização do acesso ao ensino médio público, gratuito e de qualidade, com elevação do padrão de qualidade do ensino público em todos os níveis, combatendo a lógica da reprodução capitalista e da dominação burguesa, que reserva aos alunos da escola pública a formação para o trabalho assalariado;
– Construção de uma escola universal, laica e libertária, que permita ao educando obter uma formação sólida, rica, crítica e abrangente, para levá-lo ao exercício de suas potencialidades e da cidadania; 
– Melhoria dos salários e das condições de trabalho dos profissionais de educação, com contratação apenas por concurso, aplicação dos planos de cargos e salários, elevação do padrão de qualificação e programas de formação continuada;
– Programa de apoio econômico às famílias, com base na carência de cada uma e na existência de filhos e agregados matriculados e estudando nas escolas públicas estaduais;
– Programas de construção de bibliotecas, áreas esportivas e instalações adequadas e condições materiais para o ensino de arte e educação física para todos os estudantes da rede estadual; publicação de livros didáticos a baixo preço;
 – Ampliação das redes públicas de Rádio e TV educativas.

CULTURA
 – Criação dos Conselhos Populares de Cultura;
 – Cadastramento, recuperação e preservação do patrimônio cultural das cidades;
– Criação de Centros Culturais, com salas para acesso à internet, biblioteca, livraria, cinema, teatro, espaço para dança e exposições;
– Fomento da produção de livros e abertura de livrarias; criação de mercados populares para a venda de livros e outros produtos culturais;
– Programas de fomento a novos artistas, autores e grupos e de formação de público, garantindo o acesso amplo aos mais diversos gêneros de música, dança e artes plásticas;
– Apoio à criação e expansão de museus interativos;
– Resgate do acervo histórico (mapas, documentos, livros esgotados, prédios, etc.) do Estado.

MEIO AMBIENTE– Criação dos Conselhos Populares do Meio-Ambiente;
– Plano de desenvolvimento e recuperação do meio-ambiente, que inclua recomposição da cobertura vegetal, a recuperação de rios, lagoas, restingas, além de outros sistemas;
– Cumprimento e aperfeiçoamento da legislação de obras para que contemple a proteção ambiental, com forte taxação e penalidades às empresas destruidoras do meio-ambiente;
– Criação de polos industriais para incentivo às empresas produtoras de mercadorias ambientalmente amigáveis, que utilizam energias renováveis, tecnologias limpas e promovam boas condições de trabalho;
– Criação de uma empresa pública para a pesquisa, a produção e a distribuição de energia a partir de fontes renováveis, com destaque para as energias eólica, solar e de biocombustíveis; políticas de incentivo ao consumo de energia gerada por fontes alternativas;
– Usinas de reciclagem de lixo, com tecnologia apropriada; eliminação dos “lixões” e aterros sanitários existentes sem as condições adequadas;
– Projetos de educação ambiental nas escolas e comunidades; coleta seletiva do lixo;
– Ampliação e conservação, sob controle popular, do número e da qualidade de parques e jardins nas cidades.

 TRANSPORTES
– Prioridade ao desenvolvimento do sistema de transporte coletivo e de massa, com garantia da mobilidade urbana e intermunicipal a baixo preço;
– Garantia de transporte gratuito para idosos, estudantes e desempregados;
– Criação dos Conselhos Populares de Transportes;
– Criação de empresas públicas, não renovação de concessões, revisão de contratos e aumento da fiscalização sobre as empresas privadas, com a encampação das empresas irregulares ou em situação falimentar;
– Incentivo ao transporte aquaviário, metroviário e ferroviário;
– Revisão do sistema de tarifação atual, com a implantação de tarifa única a baixo preço.

Serviço
PCB Foz do Iguaçu
www.pcbparana.blogspot.com
E-mail: pcbparana@gmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.