Nota do PCB em apoio aos trabalhadores estaduais do Paraná

PCB Paraná 20 de fevereiro de 2015 Comentários
Nota do PCB em apoio aos trabalhadores estaduais do Paraná

AGRESSÃO NEO-LIBERAL DE TUCANO TEM GREVE COMO RESPOSTA NO PARANÁ

Os servidores públicos do Paraná responderam com uma bem organizada greve ao plano neo-liberal de retirada de direitos operado pelo governador Beto Richa. Na campanha eleitoral do ano passado ele fez de tudo para garantir sua reeleição. Prometeu o que não podia e escondeu seu fracasso à frente do governo paranaense.

Sem a menor cerimônia ele garganteou que a máquina do Estado estava funcionando perfeitamente e que tudo caminhava para o crescimento e prosperidade do estado. Quatro meses depois ele anuncia que o Paraná vive uma crise econômica profunda e que não tem dinheiro para garantir o pagamento de salários do funcionalismo público. Tudo isso para justificar o arrocho contra os trabalhadores, aumento de impostos, do valor dos serviços cobrados e cortes de serviços à população. Se não consegue administrar, prejudica a quem trabalha e paga impostos.

E, para piorar mais ainda sua investida, ele quer se apropriar de 8 bilhões de reais existente no fundo previdenciário, para o qual praticamente só os trabalhadores contribuem, pois o governo de Richa e de vários de seus antecessores não depositam no fundo a parte relativa à contribuição previdenciária do governo. O Estado do Paraná deve mais de 7 bilhões de reais ao caixa do fundo previdenciário estadual, o qual ainda pretende expropriar.

A imprensa golpista e aliada política do governo tucano de Beto Richa, atacou os servidores que tomaram a Assembleia Legislativa afirmando que aquilo não seria uma atitude digna de educadores. Os trabalhadores tinham total direito de pressionar os deputados que iriam aprovar a série de agressões ao funcionalismo público. Ironicamente, esses deputados foram conduzidos de camburão para uma sala nos fundos da Assembleia legislativa, numa tentativa de votar o “pacotaço” de Richa.

Os educadores e todos os servidores públicos deram uma demonstração de que cidadania é construída com garra contra os governos que mentem.

A crise do capitalismo não é responsabilidade dos trabalhadores, que sofre com os desmandos do governo Beto Richa. Só a unidade do funcionalismo público vai derrotar mais essa investida neo-liberal.

Todo apoio aos trabalhadores em greve!
Nenhum passo atrás aos direitos dos trabalhadores!
Pelo fortalecimento da gestão estatal contra a fúria neo-liberal!